Inscreva seu e-mail para receber atualizações!

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

PPA: Relator inicia análise das emendas



Encerrado o prazo para protocolo de emendas parlamentares e populares ao Plano Plurianual, o relator, deputado estadual Adilson Troca, já começou a análise das 92 proposições apresentadas. O relatório final deverá ser entregue por Troca à Comissão de Finanças, Fiscalização e Controle até o 10 de setembro, onde será votado dia 17. Na sequência acontece a apreciação da matéria no plenário da Assembleia Legislativa. A data limite para sanção do Governador é 1° de outubro.
Conforme Adilson Troca, será feito um estudo técnico das propostas apresentadas. “Vamos analisar com profundidade tudo o que foi proposto. É um momento importante e estaremos atentos para realizar um bom trabalho que contribua com o Rio Grande do Sul”, explica o relator.

O Plano Plurianual (PPA) para o período de 2016 a 2019 contempla as diretrizes e metas propostos pelo governo Sartori. Nele constam 85 programas de investimentos regionalizados para os próximos quatro anos. Ele estabelece 219 indicadores a serem acompanhados anualmente. 

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Transplantes: antes do sim

*Adilson Troca
               
                Sejamos realistas: neste exato instante, enquanto você lê este texto, 32.000 mil brasileiros, dos quais 1.212  são gaúchos,  encontram-se inscritos na espera por um transplante. Para deixar de fazer parte desta dura estatística é preciso contar com a solidariedade alheia.
                Os números apresentados no início de agosto pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) mostram que no país 44% das famílias dizem não a doação de órgãos. Este entrave só pode ser superado pelo diálogo franco em casa, com base em muita informação.
                Para ampliar o número de transplantes realizados pesam questões técnicas, estruturais, mas o mais simples já contribuiria muito. Trazer a discussão da doação de órgãos para o cotidiano, superando os preconceitos que atravancam o processo.
                Antes do sim, existe a dúvida. Existe o não.  
                É preciso estimular conversas positivas, conscientes e certezas capazes de salvar vidas. Na difícil hora da decisão, a falta de diálogo em casa acaba impedindo que diversas vidas sejam beneficiadas. Um único sim pode salvar até oito pessoas.
                Eu sou doador de órgãos. Hoje conversarei novamente com minha família sobre esta escolha. Que tal fazer o mesmo?


*Deputado Estadual, presidente da Frente Parlamentar de Estímulo à Doação de Órgãos

Adilson Troca participa de abertura de Convenção de Contabilidade

Foto: Caroline Zirbes Lages

Organizada pelo Conselho Regional de Contabilidade, a XV Convenção de Contabilidade do Rio Grande do Sul realizada em Bento Gonçalves abre espaço para aprofundar discussões e analisar cenários da profissão como fonte de informação para a gestão. O deputado estadual Adilson Troca, que representa a categoria no Parlamento gaúcho, participou do ato de abertura na noite desta quarta-feira (26).
 A Convenção incentiva o diálogo entre profissionais e a construção coletiva de conhecimentos entre vários segmentos da profissão e da sociedade, gerando resultados mais eficientes.  “O trabalho dos profissionais contábeis ganha mais relevância a cada dia, principalmente no cenário econômico e fiscal complexo. O CRS-RS, através do presidente Antônio Palácios e toda sua equipe, realizam um grande trabalho de defesa e qualificação permanente. Este é um importante momento para todos nós”, afirma Adilson Troca.

A programação completa pode ser conferida no site http://www.crcrs.org.br/convencao/programacao

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Adilson Troca discute ações pela Doação de Órgãos


O presidente da Frente Parlamentar de Estímulo à Doação de Órgão, deputado estadual Adilson Troca, recebeu nesta quarta-feira (26) a enfermeira da Organização de Procura de Órgãos  - OPO2 -  do Hospital São Lucas da PUC, Simone Lysakowski.  Eles discutiram ações conjuntas para ampliar o número de doadores de órgãos no Rio Grande do Sul.
Para celebrar o Dia do Doador de Órgãos, 27 de setembro, a OPO2 está organizando a iluminação de diversos prédios públicos afim de chamar atenção para o tema. O deputado Troca afirmou que a Assembleia Legislativa participará da ação e explicou as atividades realizadas pela Frente Parlamentar desde o ano de 2005, bem como as ações previstas para a semana do doador de órgãos.

Adilson Troca é autor da Lei 13.822/2011, que institui a criação do Cadastro Estadual de Doadores de Órgãos e agora trabalha pela sua regulamentação. A ferramenta servirá para auxiliar no momento de decidir pela doação. Atualmente, conforme a Associação Brasileira de Transplantes de Orgãos, 39% das famílias gaúchas negam a doação. Em grande parte dos casos isso se dá por falta de conhecimento sobre a vontade do potencial doador.              

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Assembleia aprova Dia Estadual do Voleibol




         

 A  Celebração acontecerá anualmente em 27 de setembro, data de fundação da Federação Gaúcha de Voleibol em 1954. A proposta, de autoria do deputado estadual Adilson Troca, será agora encaminhada ao Governador para se tornar Lei. O jogador multicampeão Gustavo Endres e o presidente da FGV, Carlos Cimino estiveram na Assembleia Legislativa para apoiar a aprovação do projeto.
            A iniciativa surgiu de contatos entre o deputado Adilson Troca e a Federação Gaúcha de Voleibol. “O Rio Grande do Sul é um celeiro na formação de atletas do voleibol. Este projeto homenageia o grande trabalho da FGV e busca popularizar ainda mais o esporte que oferece a participação de todas as idades, contribui com a saúde, educação e cultura dos gaúchos e brasileiros”, ressalta Adilson Troca.
            A Federação Gaúcha de Voleibol é responsável por administrar, dirigir, controlar, difundir e incentivar em todo o Estado a prática da modalidade desportiva, inclusive a praticada por portadores de deficiência. A FGV conta atualmente com 75 Clubes e Associações filiadas, participando da organização e execução de competições nacionais e internacionais, além, de promover cursos de formação de treinadores e de atualização e formação de árbitros. 


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Adilson Troca convida TJ a ingressar em ação pela Doação de órgãos


Em 27 de setembro será celebrado o Dia do Doador de Órgãos. Em alusão a data e como forma de incentivo a ampliação no número de transplantes, o deputado estadual Adilson Troca reuniu-se na manhã desta segunda-feira com o Presidente do TJRS, Desembargador José Aquino Flôres de Camargo, para  convidar o Judiciário a iluminar sua sede com a cor verde, que representa a causa.

Estão sendo programadas uma série de ações para divulgar informações sobre doação de órgãos. Presidente da Frente Parlamentar de Estímulo à Doação de Órgãos, Adilson Troca explica que o principal entrave ainda é a negativa das famílias. “Nossa meta é contribuir para que o tema da doação e órgãos se torne assunto cotidiano nas famílias. Precisamos fomentar o diálogo para superar preconceitos e salvar mais vidas”, ressaltou. Troca lembrou Tribunal de justiça é parceiro da Frente desde 2011. Outras entidades estão sendo contatadas para somarem-se as atividades.

O Presidente do TJRS saudou a iniciativa e lembrou que o Judiciário gaúcho mantém campanha permanente de incentivo a doação de órgãos chamada Doar é Legal (http://doarelegal.tjrs.jus.br/). Coordenada nacionalmente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e executada pelo Tribunal de Justiça do RS, a campanha consiste na emissão de certidão - sem validade jurídica - que atesta a vontade de voluntários em doar órgãos, células e tecidos.

Participaram do encontro a Chefe de Gabinete do Deputado, Silvia Magalhães de Oliveira e o Assessor da Presidência do Tribunal, Ivandre de Jesus Medeiros.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Rio Grande do Sul acima das diferenças



*Adilson Troca
O debate sobre as finanças continua dominando a pauta do Rio Grande do Sul. São muitos problemas, divergências, troca de acusações e dedos apontados. A verdade é que o bate-boca político partidário precisa ser deixado de lado para que sejam encontradas soluções efetivas.

Passou o momento de tratar a questão como jogo de empurra-empurra de responsabilidade. As fontes de financiamento praticamente secaram, os juros são altíssimos, a crise é muito grave. É preciso um esforço coletivo de repensar o Rio Grande do Sul.

Se antes éramos uma referência nacional em desenvolvimento, hoje ponteamos índices de piores resultados financeiros. Cada novo levantamento apresentado reforça o fato de que já não podemos mais empurrar a questão para depois. O parcelamento de salários e bloqueio das contas do Estado são os aspectos mais visíveis da corrosão histórica das finanças públicas.

É imprescindível que todos assumam responsabilidade pela busca de solução. Governos de diversos partidos passaram e tomaram suas decisões dentro do que acreditavam ser o melhor. O caso é que chegamos a um ponto crítico que exige união pelo interesse coletivo.

Não há mais tempo a perder. O Rio Grande do Sul precisa ser efetivamente posto acima das diferenças partidárias e ideológicas para que possamos nos recuperar. 

*Deputado Estadual


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Lideranças pedem manutenção de posto da CEEE em Rio Grande



O secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, recebeu o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, acompanhado de lideranças de Rio Grande que querem a manutenção do posto da CEEE no município.
De acordo com Redecker, não há uma definição se serão fechados escritórios ou postos da companhia em todo o Estado. “Há sim um estudo em andamento para ver onde podemos diminuir despesas. A empresa passa por uma série de dificuldades financeiras e ainda luta para conseguir a renovação da sua concessão”, afirmou o secretário. Redecker também destacou que cada caso será avaliado individualmente. 
O secretário Fábio Branco destacou que os serviços prestados pela CEEE melhoraram consideravelmente nos últimos meses, evidenciando que faltava gestão à companhia. O secretário também afirmou que é conhecedor da situação da empresa, mas pediu ao secretário que leve em consideração a manutenção do escritório regional de Rio Grande em virtude da presença do Porto de Rio Grande e de diversos outros investimentos que estão chegando à região.
O vereador José Antônio da Silva (Repolinho) destacou que o posto da Vila Quinta é muito importante para diversas comunidades do interior de Rio Grande, muitas delas com até 100 quilômetros da sede do município. Já o vereador Flávio Santos defendeu a permanência do escritório na praia do Cassino, que têm hoje 60 mil moradores e no verão chega a ter 200 mil pessoas.
Representando o deputado estadual Adilson Troca, a chefe de gabinete Sílvia Magalhães Oliveira lembrou que no governo Yeda foi reaberto o escritório regional na cidade, evidenciando a importância da região. Já o diretor de distribuição da CEEE, Jorge Hoffer, destacou que a CEEE teve R$ 500 milhões de prejuízo no último ano e precisa diminuir os seus custos e melhorar ainda mais a qualidade dos seus serviços. “Estamos com um nível de endividamento extremamente agressivo. A qualidade dos nossos serviços não está atrelada, necessariamente, a presença física em um município”, argumentou Hoffer.
Participaram do encontro também os vereadores Rovam Simoes Gonçalves de Castro, Claudio José Cardozo da Costa e Ivair Domingos Pereira Souza, o assessor da Câmara de Vereadores de Rio Grande Maiquel Fondaik Botelho e o chefe da Divisão Comercial da CEEE, Rafael Ávila.



Assessoria de Comunicação
Secretaria de Minas e energia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...