Inscreva seu e-mail para receber atualizações!

terça-feira, 24 de maio de 2016

Assembleia aprova projeto que valoriza os vagoneteiros





Por unanimidade os deputados aprovaram na tarde desta terça-feira (24) o Projeto de Lei 406/2015, que reconhece como de relevante interesse cultural, artístico e turístico do Estado do Rio Grande do Sul as vagonetas e os afazeres dos vagoneteiros. A iniciativa foi apresentada pelo deputado estadual Adilson Troca com base no projeto de lei municipal do vereador rio-grandino Flávio Santos.
Conforme o deputado, é importante ressaltar que o projeto não gera nenhum custo ao Estado. “É um reconhecimento a uma atividade típica e característica de Rio Grande que ainda não é conhecida de todos no Estado. Consideramos que é possível incentivar o turismo local, gerando oportunidades de desenvolvimento e renda”, avalia Adilson Troca
O texto seguirá agora para o poder Executivo onde aguardará sanção do Governador para se tornar Lei.

História
A Barra de Rio Grande sedia o único porto gaúcho aberto para o mar. Sua história envolve fatos decisivos para a formação do Estado. Um deles foi a construção dos molhes, uma infraestrutura planejada durante o Império de D. Pedro II e executado na República Velha pelos presidentes Rodrigues Alves e Afonso Pena.
São dois braços de pedra gigantescos, o molhe Oeste com 2,2 quilômetros e o molhe Leste com 3,2 quilômetros que viabilizam a fixação do canal de acesso que demarca a entrada e saída dos navios. Desde a sua implantação abrigaram um meio de transporte de passageiros e cargas por meio de vagonetas sobre trilhos conduzidas pelos vagoneteiros. Movidas a vela, ou mesmo diretamente pelas forças musculares dos vagoneteiros, sempre proporcionaram um atrativo para a paisagem, o colorido das velas e o vai-e-vem sobre os trilhos colocados no molhe Oeste.

“É inegável o significado de seu conteúdo peculiar, tanto na modalidade do transporte ainda válido nos dias atuais, como na beleza e harmonia que proporcionam combinando a mão do homem com a natureza, sua significação artística e incremento dos passeios turísticos mar adentro, particularmente pelos veranistas que lotam a Praia do Cassino”, finaliza o deputado Adilson Troca

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Autoridades trabalham por regularização de lotes em Pinheiro Machado


A Bancada do PSDB de Pinheiro Machado, bem como a Secretaria da Administração do município, em contato com o Diretor de Logística da Secretária da Educação do Estado, Paulo Ricardo Javiel Rezende, solicitaram ao deputado Adilson Troca o pedido de urgência na votação do PL 65/2016. O texto corrige problemas da Lei 14.362 de 2013,  que acarretaram em dificuldades para que a prefeitura possa emitir escrituras para os moradores do Loteamento Morada do Poente II.
O deputado Adilson Troca imediatamente solicitou preferência para votação do PL na Comissão de Constituição e Justiça ao representante do partido do órgão técnico, deputado Jorge Pozzobom. Com o pedido, o Projeto que permitirá a regulamentação fundiária para as dezenas de famílias que habitam o loteamento popular deverá ser apreciado nas próximas semanas.

O deputado Adilson Troca se comprometeu em acompanhar toda tramitação, fazendo o possível para que assim que o texto for aprovado na comissão ele possa ser rapidamente votado em plenário para virar Lei. “Conhecemos a realidade de Pinheiro Machado e a necessidade dos habitantes. As lideranças nos procuraram e faremos todo o possível para superar estes entraves burocráticos agilizando uma solução”, ressalta Troca.

Atualização de recursos para a Saúde:


Continuamos nosso trabalho junto a Secretaria Estadual da Saúde que informa mais hospitais que devem receber recursos ainda nesta semana. Estas verbas vem em muito boa hora pra ajudar a nossa saúde pública que tanto precisa:

Camaquã: Fund. Assistencial e Beneficente – R$ 971.679,97
Sapiranga: Sociedade Beneficente Sapiranguense - R$ 1.224.471,03
Parobé: a Associação Beneficente de Parobé - R$ 898,449,56;
Igrejinha:  Associação Beneficente de Igrejinha  - R$ 776.429,34
Três Coroas:  Hospital de Três Coroas R$ 50.412,33.
Santana do Livramento: Santa casa de Misericórdia – R$ 586.193,90
Amaral Ferrador: -  Soc. Hospitalar São José R$ 9. 774,41

Ontem já publicamos os valores para municípios da nossa Zona Sul:
Rio Grande - Santa Casa de Rio Grande  - R$ 4.230.202,60
Piratini - hospital  - R$ 763.690,66
Santa Vitória do Palmar  - R$ 264.075,47
Jaguarão – R$ 389.932,25


Do total a ser pago, R$ 80 milhões são recursos do Tesouro do Estado e vão quitar pendências dos meses de janeiro, fevereiro e março referentes ao pagamento da produção de serviços de Média e Alta Complexidade prestados pelas instituições de saúde. O valor representa a complementação de 30% sobre a produção de serviços como consultas, exames, hemodiálise, cirurgias ambulatoriais especializadas e procedimentos de traumato-ortopedia, entre outros. Na sexta-feira, 13, a SES efetua o repasse de recursos do Ministério da Saúde, de aproximadamente R$ 60 milhões, com o acréscimo de 30% do Estado, para pagar a produção dos serviços prestados no mês de abril. O anúncio do pagamento dos R$ 140 milhões foi feito hoje (11) pelo secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis. “Com isso, estamos colocando em dia todos os repasses da produção de serviços prestados este ano, inclusive antecipando o mês de abril, que está sendo pago de forma integral com recursos estaduais e federais”, afirmou Gabbardo.

Sobre nós, sobre os outros e sobretudo



Os problemas da política que em anos anteriores pareciam distantes, coisas de Brasília, dos outros, agora já se fazem presentes em nossas cidades, nossos bairros, nossos lares. Milhões, bilhões, valores tão altos que não conseguimos nem entender se traduziram no aumento de preços nas farmácias, supermercados, de tudo enfim. 
Notícias e investigações mostram que a corrupção se tornou quase uma regra ao invés de uma exceção. Desemprego crescendo, inflação galopando. A realidade é dura e não deixa mais margem para dúvida: a mudança depende do coletivo. Ninguém sozinho tem força suficiente para resolver os problemas do País, do Estado e dos municípios.
Nunca houve tanta falta de confiança no Brasil. A desesperança veio como uma onda. O momento nos exige, portanto, mais força do que nunca para enfrentarmos as dificuldades. É hora de restaurar a fé no futuro. Os passos para isto não são fáceis, mas são talvez os mais importantes da nossa era democrática. 
Quem governar precisará dar respostas corajosas, firmes e práticas a uma sociedade cada vez mais atuante e diligente. Não há mais tempo a perder. Ninguém pode mais se dar ao luxo de tratar a política como algo distante do cotidiano. É preciso olhar atento. 
Acima de toda e qualquer diferença, somos todos pessoas que anseiam por algo melhor. Somos parceiros das boas lutas, das que valem a pena, das que não são egoístas mas sim plurais. 
Sobretudo está o nosso futuro, o nosso país. Sobretudo, somos esperança. Somos a busca de respostas e somos as mãos que vão construir um novo Brasil, melhor e mais justo, desde Brasília até nossas cidades e nossos bairros.
*Adilson Troca, cidadão, Deputado Estadual

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Secretaria da Saúde do Estado vai repassar recursos para hospitais


Rio Grande, Piratini, Santa Vitória do Palmar e Jaguarão estão entre os beneficiados

O Governo do Estado realiza esta semana o pagamento de aproximadamente R$ 140 milhões para hospitais, clinicas e laboratórios que prestam atendimento ao Sistema Único de Saúde.  O deputado estadual Adilson Troca vinha mantendo contato com a Secretaria Estadual da Saúde reforçando os pleitos dos hospitais da Zona Sul.
A verba ajuda a melhorar a situação da saúde e vem em um momento importante, avalia o deputado Adilson Troca. A Santa Casa de Rio Grande receberá R$ 4.230.202,60. O Hospital de Piratini contará com R$ 763.690,66, o de Santa Vitória do Palmar R$ 264.075,47 e o hospital de  Jaguarão 389.932,25.
Do total a ser pago, R$ 80 milhões são recursos do Tesouro do Estado e vão quitar pendências dos meses de janeiro, fevereiro e março referentes ao pagamento da produção de serviços de Média e Alta Complexidade prestados pelas instituições de saúde. O valor representa a complementação de 30% sobre a produção de serviços como consultas, exames, hemodiálise, cirurgias ambulatoriais especializadas e procedimentos de traumato-ortopedia, entre outros.

Na sexta-feira, 13, a SES efetua o repasse de recursos do Ministério da Saúde, de aproximadamente R$ 60 milhões, com o acréscimo de 30% do Estado, para pagar a produção dos serviços prestados no mês de abril. O anúncio do pagamento dos R$ 140 milhões foi feito hoje (11) pelo secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis. “Com isso, estamos colocando em dia todos os repasses da produção de serviços prestados este ano, inclusive antecipando o mês de abril, que está sendo pago de forma integral com recursos estaduais e federais”, afirmou Gabbardo.

Gabinete do deputado Troca participa de reunião em busca de mais segurança para Rio Grande


Uma comitiva de Rio Grande reuniu-se com o Secretário Estadual de Segurança Pública, Wantuir Jacini, na tarde desta terça-feira (11). A cidade pede o aumento de efetivo da Brigada Militar, por conta do crescimento da criminalidade. A chefe de gabinete do deputado Adilson Troca, Silvia Magalhães de Oliveira, acompanhou a audiência agendada pelo prefeito Alexandre Lindenmeyer. 
 Rio Grande enfrenta um aumento nos crimes, refletido nos altos índices de homicídios, assaltos a ônibus e a pedestres. Foi solicitado reforço do policiamento, a transferência de brigadianos rio-grandinos que estão lotados em outras localidades e a liberação das horas extras para as policias militar e civil do Município. Além disso, foi pedida a liberação do convênio para o policiamento comunitário na Vila da Quinta e Povo Novo.
O secretário Wantuir Jacini ouviu os pleitos e disse que está sendo elaborado que um plano emergencial de segurança para atender a demandas como a de Rio Grande. O deputado Adilson Troca, que estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa, afirmou que continuará acompanhando a questão em busca da garantia dos interesses de Rio Grande. 
 Participaram a representante do deputado Adilson Troca, o Secretário Fábio Branco, o prefeito Alexandre Lindenmeyer e representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário, Consórcio Rio Grande, Gabinete de Gestão Integrada (GGI-M), Consepro, da Câmara dos Dirigentes e Lojistas (CDL), Câmara dos Vereadores e da Secretaria de Mobilidade Urbana e Acessibilidade (SMMUA).

sábado, 7 de maio de 2016

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Vice-presidente da AL recebe prefeito de Rio Grande


A cidade de Rio Grande, no sul do Estado, poderá ser contemplada com a construção de um novo prédio para sediar o Foro. O assunto será debatido em reunião com o Tribunal de Justiça, agendada pelo prefeito Alexandre Lindenmeyer. Ele convidou o vice-presidente do Poder Legislativo, deputado Adilson Troca, para participar do encontro que acontece na tarde desta quarta-feira (4).       
Eles discutiram ainda questões relativas ao Porto do Rio Grande, o Polo Naval e a instalação a Usina Termelétrica do Rio Grande. A UTE depende de liberação de licença ambiental para concretizar o investimento de R$ 3,3 bilhões na cidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...